quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018



Power Quiz vai colocar os jovens do 5º ao 12º ano a pensar em eficiência energética de forma divertida e simultaneamente pedagógica. O jogo está disponível em:


A Coopérnico, promotora do projeto, em parceria com a ZERO e a Chimp, juntam esforços para ensinar eficiência energética a jovens do 5º ao 12º ano através do jogo POWER QUIZ. 
O carregador do telemóvel gasta eletricidade se ficar na tomada? O que é o consumo em standby? São estas algumas das perguntas a que os jovens irão responder no Power Quiz.
Ao longo de 16 semanas, os alunos são desafiados a fazer um percurso de eficiência energética entre a casa e a escola e responder acertadamente a perguntas sobre os mais variados temas –  energia, eficiência energética, construção, mobilidade e alterações climáticas. Em cada semana será apresentado um novo desafio, associado a uma destas temáticas, que os jogadores deverão ultrapassar. Os jovens podem ainda fazer batalhas entre si e melhorar o seu desempenho no jogo.  
Através do Power Quiz, os alunos vão poder avaliar e melhorar seu conhecimento sobre Eficiência Energética, desafiando-se semanalmente para ficar no topo da classificação e serem os verdadeiros Boss da Eficiência Energética.
Os alunos mais eficientes energeticamente serão premiados pelo seu esforço e conhecimento. Vão existir 3 grupos a concurso para os vários anos letivos: Grupo I (5º e 6º anos), Grupo II (7º ao 9º anos) e Grupo III (10º, 11º e 12º anos). Os 3 primeiros lugares de cada Grupo recebem tablets (1º lugares), colunas portáteis (2º lugares) e power banks (3º lugares), no final do ano letivo. As escolas com a melhor classificação em cada categoria recebem 500€ (1º lugar), 300€ (2º lugar) e 200€ (3º lugar), em cabazes de material escolar.
O objetivo do Power Quiz passa por sensibilizar os jovens para a importância da eficiência energética, de uma forma divertida e estimulante, testando os seus conhecimentos. De forma dinâmica, o jogo aborda temáticas relacionadas com questões energéticas e alterações climáticas. Pretende-se assim, não só que os alunos melhorem os seus conhecimentos sobre as questões energéticas, mas também que levem estas temáticas para casa e para a sala de aula, onde podem debater e melhorar o seu conhecimento e as suas boas práticas.
O jogo pode ser descarregado nas lojas para sistemas Android e iOS, ou ser jogado online, emwww.powerquiz.pt. O primeiro desafio já está disponível!
Apoios
Este projeto é promovido pela Coopérnico, e desenvolvido em parceria com a ZERO e a Chimp, contando com o apoio da ABAE/Programa EcoEscolasAPREN – Associação de Energias Renováveis,Amorim Isolamentos e a Missão Continente.
O POWER QUIZ é financiado pelo Plano de Promoção para a Eficiência no Consumo de Eletricidade (PPEC), da ERSE.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Desafio Tetra pack NATAL GULOSO


Obrigada à turma 7º I, por ter participado no desafio NATAL GULOSO- desafio da TETRA PACK.

A equipa e Eco-Escola agradece, o trabalho, empenho e dedicação nesta árvore de Natal que se localiza na cantina da nossa escola! Boas festas para todos na companhia da vossa família.

                                                    a) Árvore de natal 2017.
b) Estrela Guloso

DESAFIO TETRA PACK


PASSATEMPO “NATAL GULOSO”

Esta atividade é promovida pela Guloso e pela Tetra Pak em parceria com o Programa Eco-Escolas da Associação Bandeira Azul da Europa e visa chamar a atenção para a importância da reciclagem das embalagens para e ainda para a certificação FSC®.

DATAS

  • Inscrição e envio dos trabalhos: 15 de dezembro 2017
  • Comunicação dos Resultados: 15 de janeiro 2018

DESTINATÁRIOS

O passatempo é direcionado para as escolas pertencentes à rede Eco-Escolas sendo, considerados 2 escalões:
  • escalão 1: jardins de infância e escolas de 1º ciclo;
  • escalão 2: escolas de outros níveis de ensino a partir do 2º ciclo (inclusive).
Cada escola deverá organizar-se conforme melhor entender, podendo realizar uma ou mais árvores. No entanto apenas poderá ser submetido um trabalho por escola.

PRÉMIOS

Serão atribuídos um total de 6 prémios, no valor total de € 3.000,00, da seguinte forma:
Para o 1.º Escalão:
  • 1º, 2º e 3º  Prémio com o valor de 500,00€ em material que ajude a tornar a escola mais sustentável.
Para o 2.º Escalão:
  • 1º, 2º e 3º  Prémio com o valor de 500,00€ em material que ajude a tornar a escola mais sustentável.
Nota: As escolas vencedoras transmitirão aos promotores uma lista do material ecológico de que necessitam, no valor do prémio atribuído, que será, posteriormente, entregue.

AVALIAÇÃO E JÚRI

Os critérios de avaliação dos trabalhos a concurso serão:
  • criatividade e originalidade;
  • funcionalidade (estética e utilitária);
  • demonstração da capacidade de reutilização de recursos;
  • mensagens implícitas e explicitas;
  • cumprimento das regras de participação do presente regulamento.
O júri será constituído por elementos da ABAE, da Tetra Pak e da marca Guloso.
Os resultados serão anunciados no dia 15 de Janeiro de 2018 através dos emails registados e, ainda, no site do concurso.

REGRAS DE PARTICIPAÇÃO

A Eco-Escola que queira participar deverá manifestar a sua intenção registando-se em ecoescolas.abae.pt/plataforma/, até ao final do dia 15 de dezembro de 2017.
Para efetuar o registo, bastará entrar no referido site, fazer login com os acessos da plataforma Eco-Escolas e inscrever-se preenchendo para tal as informações solicitadas.

DESCRIÇÃO DO TRABALHO

A árvore a concurso deverá ser construída com embalagens de cartão para alimentos líquidos da marca Tetra Pak, identificadas com o seguinte selo:
A árvore deverá ter no mínimo 3 embalagens da marca Guloso (ver exemplo abaixo):
A árvore deverá exibir a marca do FSC®
A árvore deve ser predominantemente vermelha.
É permitido utilizar materiais complementares como colas, tintas ou cordéis, e ainda criar estruturas em arame, ou outro material, desde que este não se destaque na árvore.
Não existem medidas obrigatórias para o tamanho da árvore, ficando este aspeto ao critério de cada participante.
A última etapa será o envio de 4 fotografias até dia 15 de dezembro através da Plataforma das Eco-Escolas.
Nota: As escolas que participem e os seus professores coordenadores serão responsáveis por assegurar a autorização dos encarregados de educação da publicação de fotografias de crianças e jovens.
As fotografias devem apresentar:
  • O registo do processo de construção da árvore;
  • A árvore;
  • Alguns detalhes onde seja visível a marca Guloso, Tetra Pak e FSC;
  • A turma/grupo com a árvore (opcional).
É ainda solicitada uma memória descritiva onde devem constar informações relativas ao processo de construção da árvore (materiais, metodologias e intervenientes).

terça-feira, 21 de novembro de 2017


Dá carga máxima, à tua Geração Depositrão 2017/2018- 1ª fase está decorrer!

Está a decorrer, a 8ª Semana Europeia de Prevenção de Resíduos, o projeto Eco-Escola solicita a participação de todos, alunos, professores e funcionários para que colaborem na recolha de Equipamentos Elétricos,Eletrónicos e pilhas, que não tenham mais utilização.

Os mesmos derem ser colocados no Depositrão, candidato aos Troféus da EWWR, e construído pela turma DOV B que ficará exposto à comunidade até ao dia 22 de dezembro (1ª fase das recolhas), sendo a 2ª fase de 11 a 29 de junho. No depositrão deverão ser colocados os seguintes resíduos: pequenos eletrodomésticos, informáticos e de telecomunicações, televisões, monitores, LCD´s, plasmas, telemóveis, máquinas de calcular, ipod’s, auscultadores, entre outros. As dezanove escolas dos Açores que recolherem mais resíduos será dado um cheque de 100 euros para fins sociais. A par desta atividade, também está exposto o pilhão, uma vez que a Escola aderiu ao projeto Escola Pilhão (7ª edição) que visa adquirir pilhas, acumuladores e pequenas baterias, que contribuirão para adquirir um aparelho de diagnóstico com destino ao IPO (Instituto Português de Oncologia) de Lisboa.  
1.Eco-Escovão elaborado por turma de PROFIJ (2016/2017)
2.Papelão (sala de aula), Depositrão (2016/17),Eco-Escovão, Depositrão (2017/18) e Pilhão.
3.Depositrão 2017/2018 candidato aos troféus EWWR (turma de DOV- Educação Tecnológica)


Nota 1: Se quiseres trazer Televisões, Plasmas, LCD's, Computadores deves falar com a equipa Eco-Escola, uma vez que existe o compromisso de pesar os mesmos e acondicionar/armazenar em local devidamente apropriado;
Nota 2: Se quiseres trazer lâmpadas também deves indicar à equipa Eco-Escola, uma vez que os componentes destas exigem um acondicionamento  correto;
Nota 3: Outro equipamento que não conste da lista deves também entrar em contacto com a equipa eco-escola.



sábado, 18 de novembro de 2017



Apresentação do novo vídeo de sensibilização “O que acontece aos resíduos nos Açores?”
No âmbito da implementação do PEPGRA e da Semana de Prevenção de Resíduos, a Direção Regional do Ambiente promoveu a atualização do vídeo “O que acontece aos resíduos nos Açores". Passados 6 anos da sua realização é possível observar novas soluções e infraestruturas de gestão, tratamento e de destino final de resíduos.
Neste recurso estão incluídas imagens de boas práticas de prevenção de resíduos, valorização orgânica e funcionamento dos novos centros de processamento de resíduos. O vídeo reflete a tendência de aumento de reciclagem de embalagens urbanas e outros fluxos específicos em detrimento da eliminação em aterro, cumprindo assim com a hierarquia de gestão de resíduos e aterro zero.
A apresentação contou com a presença de mais de 100 alunos da Escola Secundária Manuel de Arriaga e estará disponível no Portal do Governo para acesso livre e disseminação da informação junto de qualquer cidadão ou empresa dos Açores.


Aqui está o vídeo:

https://www.amazon.com/clouddrive/share/Ng8Zv0qdeoP9b0noHg1e7UpwXdhM6s4AQDIoRpNynDT/Viwb-dBSPsa01So6ZL7BZg?_encoding=UTF8&*Version*=1&*entries*=0&mgh=1

terça-feira, 7 de novembro de 2017


Auditoria Ambiental 2017/2018


Convidam-se os alunos e os professores desta escola a responder ao seguinte inquérito ambiental que pretende verificar comportamentos e hábitos ambientais (este inquérito é anónimo). Basta clicar, para aceder ao inquérito!

Clique aqui (inquérito ambiental) ⏪


Obrigada pela sua participação!
A equipa Eco-Escola 


sexta-feira, 9 de junho de 2017

Participação na Cerimónia de arranque da obra de ampliação do Jardim Botânico e criação do orquideário dos Açores.

Hoje, dia 7 de junho de 2017, nós, alunos do 7ºC,  que vencemos o concurso de recolha de rolhas de cortiça realizado na escola e, em conjunto, com o Presidente do Conselho Executivo,  o Professor Eugénio Leal, entregamos ao Jardim Botânico do Faial 19.000 rolhas de cortiça, contabilizadas e recolhidas pelos alunos de 7º e 8º anos de escolaridade. A nossa turma recolheu, na totalidade, 11 136 rolhas de cortiça provenientes de cafés, restaurantes e casas dos faialenses. Foi atribuído a todas as turmas do ensino regular e não regular do terceiro ciclo, um depósito de café (novo resíduo na ilha do Faial), proveniente e cedido, gentilmente, por um supermercado local e um café/pastelaria do Faial, com o objetivo de recolher as rolhas de cortiça. Os recipientes estiveram localizados nas salas de origem de cada turma, tendo sido entregues, no Dia da Escola, à Equipa do Projeto Eco-Escolas, conforme o regulamento elaborado e aprovado em Conselho Eco-Escola tendo a equipa disponibilizado para consulta, no blog Eco-Escolas (sito à esquerda, no final desta página).
Para além de nós,  estiveram presentes nesta cerimónia de arranque da obra de ampliação do Jardim Botânico e orquideário dos Açores, o Diretor Regional do Ambiente,  Dr. Hernâni Jorge, o Diretor do Parque Natural da Ilha do Faial, o Engº João Melo, a Presidente da Azorina, a Dr.ª Andreia Porteiro e o Diretor do Jardim Botânico, o Dr. Pedro Casimiro, bem como a sua equipa de trabalho e, também, o Engº e Fiscal de obra responsáveis pela ampliação daquela estrutura. O Diretor Regional deu conhecimento do projeto de Recolha de Rolhas de Cortiça, um resíduo que, afinal, pode ser reaproveitado, com a finalidade de ser um ótimo substrato/matéria orgânica para as 7500 orquídeas cedidas ao Jardim Botânico do Faial por uma família da Finlândia, os PeKKa Ranta. Neste momento, 3100 orquídeas já se encontram instaladas num complexo de estufas com cerca de 900 m2,  num espaço total de 8 000m2 adquiridos, que servirão de ampliação ao jardim e de área de serviço/apoio aos viveiros de plantas endémicas, nativas e exóticas do Jardim Botânico. O Diretor  Regional explicou, em simultâneo, o processo de ampliação do  jardim (contabilizando, agora, 15 000 m2) e a importância da criação do orquideário dos Açores, que será a casa de 700 espécies  agrupando orquídeas aéreas e terrestres. O Presidente da nossa Escola agradeceu o convite do Jardim Botânico, do Parque Natural de Ilha e da Direção Regional do Ambiente e congratulou o trabalho, o esforço, a dedicação e empenho da turma do 7ºC, tal como as outras turmas envolvidas neste projeto. Desejou, ao mesmo tempo, que este esforço se aplicasse na rotina diária de se ser um bom estudante fazendo um apelo ao brio estudantil. Logo de seguida, fomos convidados a  visualizar e a experimentar o processo de trituração das rolhas de cortiça através do triturador e a importância de realizar uma “boa cama” para as orquídeas. Antes de regressarmos à escola, oferecemos, respeitosamente, um bolo ao Sr. Presidente de forma a agradecer e a enaltecer o trabalho desenvolvido na Escola Secundária Manuel de Arriaga e por toda a sua dedicação manifestada por esta e pela comunidade Faialense.